BIOMASHUP : lote3

BIOMASHUP
Um concerto de dança para 6 bailarinos e 1 músico.

São Paulo, 2014 – BIOMASHUP é o título da nova criação dirigida pelo coreógrafo e bailarino Cristian Duarte que estreia 1º de Agosto e segue em temporada até 18 de Agosto na Casa do Povo, no bairro do Bom Retiro em São Paulo.

BIOMASHUP é o resultado de uma pesquisa iniciada com o apoio do Programa Rumos Itaú Cultural Dança 2012/14 e finalizada dentro do contexto da residência artística LOTE#3, desenvolvida através do 15º Programa de Fomento à Dança para a cidade de São Paulo/Secretaria Municipal de Cultura. A criação tem co-produção do Festival Panorama 2014 e será apresentada nos dia 15 e 16 de Novembro na cidade do Rio de Janeiro.

É, também, a primeira temporada realizada dentro do contexto LOTE# - força, tempo, terra inventada por muitas mãos e coordenada pelo coreógrafo Cristian Duarte. LOTE# é um campo de encontro entre diferentes artistas da dança, a fim de mobilizar seus distintos desejos poéticos, produzindo espaços de relação e intercâmbio. Com a insistente tarefa de elaborar estratégias de convivência e colaboração, permanecem ativos nas criações coletivas e individuais, emergentes da constante construção deste contexto desde 2011. Desde janeiro de 2013, acontece em parceria com a Casa do Povo*, no bairro do Bom Retiro, e permanece até hoje em sua terceira edição.


SOBRE A PEÇA
BIOMASHUP teve como ponto de partida o interesse em estudar, junto a um grupo de bailarinos-performers, variedades de presença do corpo em movimento. Os performers, algoritmos que organizam informações, realizam uma dança (de)compositiva, gerenciada por repertórios, memórias, coleções individuais, e experiências sintonizadas a processos de seleção, adaptação e contaminação.

A obra pode ser apresentada, também, como um concerto. Co-habitando significativamente a pesquisa-criação, a música é entendida e tratada como corpo. O instrumento russo Theremin, operado por acordos sensoriais é trilha composta e tocada ao vivo pelo músico Tom Monteiro, que alcança no ar as notas emitidas pelas duas antenas que constituem o aparelho e modulam sua dança. Os bailarinos-performers e criadores são: Alexandre Magno, Aline Bonamin, Clarice Lima, Felipe Stocco, Leandro Berton e Patrícia Árabe.

Cristian Duarte atesta seu interesse por uma estética que coleciona distintos momentos do tempo histórico. Olhando para os lados, o coreógrafo percebe histórias que navegam por uma teia de acontecimentos, cujo tempo se faz desejante e crasso pelas distintas resoluções de um presente que imagina densidades do vir, que foi e vai ser ação em um mesmo intervalo. “Entendo essa criação enquanto experiência para acionar treinamentos do corpo em dança. Sou fascinado pelo movimento e intensifico meus trabalhos atualmente nessa direção. Não me interesso por criar algo novo, original, não acredito em original. Tenho apostado em estudar estratégias para tornar possível a ressignificação de padrões, estéticas e contextos, trazendo para as vistas uma ética que estabelece a criação enquanto a arte de atravessar o grande murmúrio de encontros poéticos, que permanecem vivos para além do prestígio autoral.”

BIOMASHUP vai nessa direção. Percebe, de modo obsessivo, padrões sensório-motores da dança e ocupa as intersecções ressignificando lugares lendários, a favor de um espaço-tempo que constantemente constrói a sua instância crível entre ficções.

CRÉDITOS
Concepção, Criação e Direção Cristian Duarte
 Criação e Dança Alexandre Magno, Aline Bonamin, Clarice Lima, Felipe Stocco, Leandro Berton, Patrícia Árabe e Tom Monteiro

 Concepção musical para Theremin Tom Monteiro
 Desenho de Luz André Boll Figurino Daniel Lie Fotografia Haroldo Saboia 
Design Gráfico Renan CostaLima Consultoria Artística Bruno Levorin Produção Executiva Daniel Cordova Realização e Apoio residência artística LOTE#3, 15º Programa de Fomento à Dança para a cidade de São Paulo/Secretaria Municipal de Cultura, Casa do Povo Co-produção Festival Panorama 2014 Apoio primeira fase (2013) Programa Rumos Itaú Cultural Dança 2012/14 Agradecimentos residentes, colaboradores e interventores dos lotes #1#2#3, Sheila Arêas e Bruno Freire pela participação na primeira fase.

http://www.tres.lote24hs.net/files/gimgs/95_105770958327799700793495600228001353602124n.jpg
fotos: haroldo saboia
http://www.tres.lote24hs.net/files/gimgs/95_io8a6728.jpg
http://www.tres.lote24hs.net/files/gimgs/95_io8a6755.jpg
http://www.tres.lote24hs.net/files/gimgs/95_bioharoldo-saboia-cristal.jpg
http://www.tres.lote24hs.net/files/gimgs/95_io8a6766_v2.jpg